Educação em baixa


O presidente do Conselho do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) em Crato, professor Samuel Siebra, disse ao jornal Alerta Geral Cariri, da Expresso Somzoom – 106,5 – que o  Crato está entre os cinco piores municípios no resultado do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (SPAECE).  Samuel Siebra explica que, pela avaliação, as crianças do Ensino Fundamental deixam este ciclo escolar sem dominar as disciplinas de Linguagens e Códigos, sobretudo Português e Matemática.

O professor afirma que isso é resultado da falta de uma política pública de educação no município. Critica as constantes mudanças no secretariado e nos coordenadores de área. No atual governo, já foram cinco secretários municipais de educação. “É grave para as crianças que daqui a pouco ingressarão no Ensino Médio sem o domínio dessas disciplinas”, lamenta o professor.

Município recebeu mais de R$ 46 milhões do Fundeb

Conforme números do professor Samuel Siebra, neste ano o Crato recebeu somente do Fundeb a quantia de R$ 46 milhões. Destes, sessenta por cento para o pagamento de professores e o restante para servidores e infraestrutura.

Recentemente o Conselho do Fundeb visitou as escolas do município e foi constatado que algumas não receberam ajuda de custo. Cerca de 40% dos professores da rede municipal de ensino são temporários.

Pelo visto, muito terá que ser feito para que a educação se recupere e, segundo o professor, afaste de uma vez por todas a ameaça de intervenção por parte da Crede 18. A avaliação do Spaece deste ano já foi feita e deverá ser divulgada no primeiro semestre de 2015.

Postar um comentário

0 Comentários