Faleceu em Recife o Monsenhor Vitaliano, Postulador Geral da beatificação da Serva de Deus Benigna

O Monsenhor Vitaliano Mattioli, Postulador Geral dos processos de Beatificação da Menina Benigna Cardoso,  faleceu na manhã dessa quinta-feira no Real Hospital Português, localizado em Recife- PE, onde realizou na quarta-feira, uma cirurgia de reparação da válvula mitral, localizada no coração. A cirurgia ocorreu com sucesso, porém, logo depois ele apresentou algumas complicações e necessitou passar por uma nova cirurgia, quando não resistiu, e chegou ao óbito.
Seu corpo será velado na Catedral de Nossa Senhora da Penha. Neste sábado, 6, haverá concelebração e em seguida o sepultamento com honras de bispo  na própria Catedral.
Em março de 2013, o Monsenhor levou ao Vaticano o pedido de beatificação de Benigna Cardoso - a mártir da castidade, que foi brutalmente assassinada aos 13 anos, por defender sua castidade, em 24 de outubro de 1941, em Santana do Cariri.
O processo de beatificação está sendo analisado pela Congregação para causa dos Santos, no Vaticano, que já lhe atribuiu o título de Serva de Deus. 
A pedido do Bispo de Crato Dom Fernando Panico, Mattioli estudava o caso do Padre Cicero para dar início à abertura do processo de reabilitação sacerdotal do “Santo do Povo Nordestino”.
Natural de Roma, Itália, o monsenhor Vitaliano Mattioli nasceu no dia 11 de outubro de 1938, e foi ordenado presbítero em 10 de março de 1963 para a Diocese de Roma. Participou, enquanto seminarista, do Concilio Vaticano II. Recebeu o título de monsenhor em 8 de outubro de 1983.

Foi professor na Universidade Urbaniana e na Escola Clássica Apollinaire de Roma e redator da revista “Palestra del Clero”. Possuía doutorado em Teologia Moral e Bioética. Morava no Brasil há 11 anos, dos quais 6 deles foram na Diocese de Crato, onde estava atualmente.

Postar um comentário

0 Comentários