Crato foi o município que menos aplicou recursos em obras!
Por Olímpio Arraes
"Pesquisei no site do TCM o quanto se investiu em obras em alguns municípios da região do Cariri no ano de 2014, e para a minha surpresa, o Crato, em termos percentuais, foi o município QUE MENOS APLICOU RECURSOS EM OBRAS (valores percentuais sobre as despesas).
Pela ordem, municípios e seus índices de aplicação de recursos: Farias Brito 11,72%, Missão Velha 10,03%, Altaneira 9,03%, Juazeiro do Norte 6,64%, Milagres 5,43%, Araripe 4,03%, Caririaçu 3,45%, Barbalha 3,72%, Nova Olinda 3,32% e o nosso Crato aplicou apenas 2,28% em obras.
Um município como Farias Brito, cujos gastos em 2014 foram de R$ 35.722.742,00 aplicou em obras R$ 4.188.578,00, quase o mesmo valor do Crato R$ 4.188.654,02 só que o Crato teve um volume de recursos (despesas) de R$ 182.912.602,00, ou seja, mesmo tendo um volume de dinheiro CINCO VEZES maior, o nosso município aplicou menos que Farias Brito em obras (repito, apenas 2,28%). Nosso vizinho Juazeiro, aplicou CINCO VEZES MAIS (23 milhões) que o Crato, com menos do dobro dos recursos (347 milhões).
Em compensação, somente com a COLETA DE LIXO o Crato gastou R$ 4.928.192,42 (R$ 739.538,40 a mais que tudo o que gastou com obras em 2014). Por incrível que pareça, o aumento nos gastos com a COLETA DE LIXO de 2013 para 2014 foi de R$ 1.930.622,00, o que dá R$ 160.885,00 por mês de aumento. Um aumento de 64,40% em um ano. O gasto médio mensal do Crato com a Coleta de Lixo em 2014 foi de R$ 410.682,66. Qual a justificativa para esta distorção? Como um município que investe apenas 2,28% em infraestrutura, gasta mais que isto somente com a coleta de lixo? O que justifica um aumento de 64,40% de um ano para outro nos gastos com a coleta, enquanto caem os investimentos em obras?
Os investimentos em obras públicas no Crato vem caindo ano a ano. Em 2010 foi 5,57% (R$ 6.575.690,99), em 2011 4,03% (R$ 5.555.378,18), em 2012 3,07% (R$ 4.386.593,92), em 2013 (o pior ano) foi apenas 2,02% (R$ 3.241.292,49) e 2014 2,28% (R$ 4.188.654,02). Mesmo com os recursos aumentando ano após ano (R$ 118.011.908,00 em 2010 e R$ 182.912.602,00 em 2014), cada vez MENOS SE APLICA em obras na nossa cidade."
Alguém consegue explicar? Reflitam sobre isto, cratenses. Comentários são bem vindos!

Blog do Crato

Postar um comentário

0 Comentários