Grupo de torcedores quer cassar diretoria do Azulão
Um grupo de torcedores está se mobilizando e deverá pedir a cassação da diretoria do Crato Esporte Clube. A intenção é fazer um documento e colher assinaturas para apresentar ao Conselho Deliberativo do Time, que se reunirá para decidir o destino da atual diretoria. Alguns torcedores ficaram indignados com a falta de atenção ao regulamento que ocasionou a pena ao time cratense.
O Presidente Hermano Teles disse em entrevista ao Jornal da Educadora que não entregará a direção do Crato Esporte Clube. Vai cumprir o seu mandato até o fim em obediência ao regulamento.
A dívida do Crato Esporte Clube foi paga pelo ex-presidente Kiki Feitosa. Com isso, o Azulão da Princesa poderá jogar contra o Uniclinic no próximo domingo em partida válida pela segunda divisão do Campeonato Cearense de Futebol. O débito do Crato é de R$ 622,94, referente ao borderô, da partida contra o América. Na ocasião o Azulão da Princesa venceu por 2 a 0. O time não terá nenhum prejuízo nesse jogo quanto a pontuação.
Apesar do pagamento, fica mantida a punição do Crato que perdeu por W.O para o time do Barbalha. O jogo seria realizado nesta noite de quarta, no estádio Inaldão. O time desobedeceu ao art. 65 do Regulamento e foi suspenso da competição.
Artigo 65 do Regulamento Geral das Competições: “O não pagamento das taxas após o término da partida nas condições estabelecidas neste capítulo sujeitará o infrator às punições previstas no CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), sem prejuízo das penalidades administrativas. Parágrafo único – No caso de não pagamento de qualquer obrigação referente ao jogo, inclusive gerando infração junto aos órgãos governamentais, a FCF reterá os valores pertencentes às Entidades de Prática, para o devido reembolso, ficando administrativamente as agremiações suspensas do Campeonato, sem prejuízo de julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva”.


Postar um comentário

0 Comentários