PF deflagra operação envolvendo desvio de verbas em Juazeiro 
A Polícia Federal desenvolveu na manhã desta quarta (18) a Operação Crio em cumprimento a mandados de busca e apreensão e de prisão expedidos pela Justiça Federal.
O objetivo é desarticular uma quadrilha acusada de desvio de verbas públicas federais provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Um empresário que teve a prisão decretada está foragido.
A operação tem o comando da delegada Josefa Lourenço e contou com 45 agentes federais vindos de Fortaleza que auxiliaram os policiais da delegacia de Juazeiro do Norte nas buscas.
Foram apreendidos dois veículos na residência do empresário, uma camioneta S10 e um automóvel Veloster.
A Operação Crio é resultado de uma denúncia feita ao Ministério Público Federal (PF) pelo vereador petista Cláudio Luz, logo após a Câmara Municipal ter recusado a instalação da CPI do Ar condicionado no mês de outubro de 2013. O termo Crio refere-se ao Deus do frio na mitologia grega.

Os policiais também realizaram a operação no município de Aurora com o mesmo objetivo.
A delegada concedeu entrevista à imprensa no final desta manhã sobre a operação. Ela afirmou que a investigação apurou que faziam parte da organização criminosa, empresários, contadores, além de prováveis servidores públicos nas licitações, em desvio e aplicação indevida de verbas públicas federais do Fundeb. A quadrilha agia na abertura de empresas de fachadas, objetivando o superfaturamento dos serviços contratados, os quais, parte sequer eram realizados.

Com informações do Blog Flavio Pinto

Postar um comentário

0 Comentários