Radialista assassinado tinha recebido ameaça de morte


As polícias militar e civil realizam diligências para prender os autores da morte do radialista Patrício Oliveira, ocorrido na tarde de ontem, em Brejo Santo. Ele foi assassinado após deixar a rádio Sul Cearense onde apresenta programa policial.
O radialista foi atingido com três disparos no pescoço e na face. Uma mulher que estaria na garupa da moto de Patrício saiu ferida e se encontra no Hospital Geral de Brejo Santo.
Patrício teria dito a policiais que vinha sendo ameaçado de morte, por meio de ligações telefônicas. As ameaças seriam de pessoas envolvidas em ações delituosas no município.
Essa será a linha de investigação da polícia civil que já tem nomes dos suspeitos.  A morte do radialista chocou a cidade de Brejo Santo.

Postar um comentário

0 Comentários