Heitor Férrer critica gastos com Casa do Ceará em Brasília

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) chamou a atenção, em plenário da Assembleia Legislativa, para os gastos públicos com a sede da Coordenadoria de Representação do Ceará em Brasília (COREB). O parlamentar criticou o valor de R$ 5,5 milhões gastos pelo governo com o imóvel, no período de 2008 a 2014. Segundo informações disponíveis no Portal do Transparência, por mês, são dispendidos R$ 66 mil para a manutenção do espaço, que representam um custo anual de R$ 792 mil e R$ 2.200,00 por dia aos cofres públicos cearenses. A casa seria mantida com o propósito de acolher representantes do estado em viagem à capital do país. No entanto, as viagens dos secretários de estado e do próprio governador são todas cobertas com diárias para hospedagem em hotéis.

Na tribuna, o parlamentar pediu modéstia por parte do atual Governo para que seja estruturado um escritório e não uma “mansão de luxo” como casa representativa do estado. “Isso não é um escritório, é uma mansão, uma casa de luxo para hospedar não sei quem. O que nós queremos é que o governador Camilo Santana, na sua modéstia, passe a ver a necessidade de uma casa representativa como algo mais singelo e coerente com as funções dos servidores do Estado do Ceará nas suas mais diversas áreas. É dentro das condições de estado pobre que pedimos que o governador desative essa mansão em Brasília”, afirmou o deputado.

Assessoria Parlamentar

Postar um comentário

0 Comentários