Ato unificado dos servidores públicos federais acontece nesta quinta-feira, 3/9, com participação de diversas categorias
Servidores públicos federais de diversas categorias em greve em todo o estado estarão reunidos em manifestação de rua que acontece nesta quinta-feira, 3/9, a partir das 8h, em Fortaleza. Posicionando-se contra o ajuste fiscal que vem sendo implementado pelo governo Dilma Rousseff com o apoio do Congresso Nacional, os servidores realizarão passeata com saída da Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC) rumo à Praça do Ferreira. Educação, Saúde e Previdência Social fazem parte dos setores em greve no estado que estarão presentes na manifestação.

Greve na Educação

Com o último anúncio feito pelo governo federal sobre cortes de orçamento, a redução das verbas públicas destinadas à educação chega a R$ 9,42 bilhões. A opção feita pelo governo, de reduzir o orçamento destinado às áreas sociais para priorizar o pagamento da dívida pública, que este ano deve consumir 47% dos recursos com juros e amortizações da dívida pública, compromete profundamente a qualidade d a educação. De acordo com a Auditoria Cidadã da Dívida, ao todo serão destinados R$ 1,365 trilhão para o pagamento, valor que representa 13 vezes mais que os recursos previstos para o setor.

A situação de precarização das universidades e institutos federais em todo o País, levaram a deflagração de diversas greves. No Ceará, servidores da Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Universidade Federal do Cariri (UFCA) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) estão em greves e organizam calendário de mobilização de professores, técnico-administrativos e estudantes, com realização de assembleias, debates, aulas públicas e manifestações de rua, como a que acontece na manhã da próxima quinta-feira, 3/9.

IFCE em Greve

Deflagrada no dia 23/7, a greve dos servidores do IFCE segue com o aprofundamento do debate sobre o cenário nacional, ao passo que avança no encaminhamento de pautas locais. A jornada de 30 horas para os técnico-administrativos e o edital de remoção estão entre os temas já debatidos entre a Reitoria e o Comando Geral de Greve das unidades representadas pelo Sindicato dos Servidores do IFCE (SINDSIFCE). O próximo passo será o debate do diagnóstico da precarização nas diversas unidades do Instituto. Um documento vem sendo elaborado pelos servidores e deve ser apresentado em breve à comunidade.

Ato Unificado, 3/9, às 8h

A unificação do calendário de mobilização das categorias em greve no estado vem sendo construída por meio do Comando Unificado de Greve dos Servidores Federais. Amanifestação de rua que acontece na próxima quinta-feira, 3/9, com concentração às 8h, na reitoria da UFC, será um passo importante nesse sentido. Além dos grevistas do IFCE, UFC, Unilab e UFCA, participam também da manifestação servidores do Ministério da Previdência Social (INSS) e trabalhadores do Serviço Público do Estado do Ceará.
Assessoria Sindical



Postar um comentário

0 Comentários