Bancários encerram greve no Cariri

A rede bancária do Crajubar volta a funcionar em sua plenitude a partir de hoje. Em assembleia realizada na noite dessa terça, na sede do Sindicato dos Bancários do Cariri, em Crato, os empregados de bancos públicos (Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal) decidiram voltar ao trabalho.  Os empregados da rede privada aceitaram a proposta da Federação Nacional do Bancários (Fenaban), que representa a categoria na última segunda. Já os da rede pública continuaram com os braços cruzados. A greve dos bancários começou no dia seis de outubro.
A quinta proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi aceita pelo Comando Nacional, no último domingo, 25, com reajuste de 10%, um ganho real de 0,11% para salários e Participação nos Lucros e Resultado (PLR), além de 14% para vales refeição e alimentação. A negociação foi fechada após os bancos concordarem em não descontar as horas não trabalhadas.
Com isso serão abonados 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas. Ou seja, serão considerados os dias de paralisação de 6 a 26 de outubro de 2015, com compensação de 31 horas, sendo no máximo uma hora de trabalho a mais por dia útil, até o dia 15 de dezembro.
O Sindicato dos Bancários do Ceará realizam assembleia nesta manhã para decidir pelo fim ou não da greve. No Ceará, são dois sindicatos o do Cariri e o do Ceará.


Postar um comentário

0 Comentários