Haja espera no tabuleiro político Crato

Muito se prometeu. Mas, nada de impactante no cenário político municipal neste final de semana. Três siglas se reuniram e, somente o PSD, trouxe alguma novidade com relação a sua participação  neste pleito. Os primeiros a se reunirem foram os comunistas que vão deixar para o final do mês a decisão se terão chapa pura, se vão se coligar com o PT ou unir-se-ão ao candidato José Ailton Brasil, do PP.
O Partido dos Trabalhadores também procrastinou a decisão de como marcharão em outubro próximo. É mais uma sigla rachada e com característica de dubieadades. Transita entre apoiar José Ailton como combinaram na reunião do Palácio da Abolição, partir com candidatura própria ao lado do PC do B ou, até mesmo, apoiar a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes de Matos, que calado acompanha o desenrolar dos acontecimentos.
Já o Partido Social Democrata, que também participou das duas reuniões com o governador e demais partidos, esteve reunido na noite de sábado, na sede do Poder Legislativo e, de goleada, descartou o apoio à candidatura de José Aílton Brasil, porém não decidiu qual o rumo a ser tomado pela sigla.  O placar foi 16 votos a um. O único a votar pelo apoio foi o próprio Rafael Branco, que manteve a palavra de que vai seguir as diretrizes do governador Camilo Santana.
O ex-prefeito Samuel Araripe, PSDB, divide a semana entre o litoral e Cariri. Todas as quintas-feiras desembarca na terrinha e dá início a uma maratona de visitas no campo e na cidade. Reúne-se com lideranças locais sempre acompanhado dos vereadores Guer, Gury, Jales Veloso e Bebeto, além do vice-prefeito Raimundo Filho e do advogado Davi Araripe. Para este uma boa oportunidade de ter visibilidade e quem sabe num futuro próximo colocar seu nome à disposição do grupo político. Samuel não tem pressa para a indicação de seu vice. Já chegou a dizer que sairá até meados deste mês e no dia 29 de julho fará a convenção dos tucanos com partidos coligados.
O prefeito Ronaldo Gomes de Matos (PSC) em meio a esta pluralidade de opções, viu reacender a chama da esperança e dá sinais que vai disputar um novo mandato. Resta saber como vai encarar o eleitor, pois se encontra no rol dos políticos que não concretizaram as sua promessas e, portanto, prestes a ser liquidado.
José Ailton Brasil voltou da Assembleia Legislativa e retoma as caminhadas. Ao contrário do que imaginávamos, optou por privilegiar alguns programas jornalísticos em detrimento de uma coletiva com a imprensa que seria mais democrático. Em uma dessas visitas foi acompanhado do pré-candidato a vice, André Barreto, cuja indicação vem sendo questionada pela Frente Crato Popular.
Por fim, neste bombadeio de candidaturas, está o ex-presidente do Serrano, Valberto Esmeraldo com o seu vice Raimundo Nonato fazendo visitas e apresentando propostas de trabalho.
A expectativa dos próximos dias é ver como se definiram as chapas, oficializar as candidaturas, partir para a caça ao eleitor que será o juiz de todos.

Postar um comentário

0 Comentários