Tribunal de Justiça determina posse da chapa de oposição na Câmara de Tarrafas
O município de Tarrafas vive dias de instabilidade política. Tudo porque a desembargadora do Tribunal de Justiça do Ceará, Vera Lúcia Correia Lima, determinou, na semana passada, a posse imediata da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Tarrafas, mesa esta formada, predominantemente, por vereadores da oposição à atual gestão. Deveria ter ocorrido, ontem, no entanto, a posse do novo presidente, mas a ex-presidente do legislativo municipal, Francisca Arrais da Silva, candidata derrotada à reeleição, não foi encontrada para a cerimônia de posse. A Justiça, por meio do juiz Cláudio Plutarco, determinou que Francisca Arrais emposse o novo grupo ou deverá arcar com uma multa no valor de R$ 2 mil diários a partir de hoje.
O caso

Em 27 de novembro passado, foi realizada eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Tarrafas, e duas chapas concorreram: a da situação era encabeçada pela então presidente, Francisca Arrais da Silva, que disputava a reeleição; e a chapa da oposição apresentou como candidato a presidente o vereador Antonio Alves de Oliveira. Os oposicionistas venceram por cinco a quatro.
O Estado

Postar um comentário

0 Comentários