sexta-feira, 15 de março de 2019

Foto: Cariri é isso

O Aeroporto Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, e outros cinco aeroportos do Nordeste serão administrados pela empresa espanhola Aena Desarrollo, pelo valor de R$ 1,9 bilhão. O leilão ocorreu nesta manhã, na Bolsa de Valores de São Paulo. A concessão é válida por 30 anos e deve ser investido R$ 193,5 milhões apenas no aeroporto de Juazeiro. O bloco Nordeste foi concorrido por três consórcios: a espanhola Aena Desarollo (R$ 1,85 bi), a suíça Zurich Airport (R$ 1,65 bi) e o Consórcio da Região Nordeste (R$ 1,4 bi). A Fraport, que administra o aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, está fora da disputa pelo bloco.
A outorga mínima estabelecida pelo governo para o bloco era de R$ 171 milhões, pagos à vista, porém foi arrematado com oferta de outorga de R$ 1,9 bilhões, valor que surpreendeu os participantes do leilão. A proposta da Aena representa um ágio de 1.010%. Ao longo dos 30 anos do contrato de concessão, o valor total da outorga estimada pelo governo para o bloco Nordeste de aeroportos é de R$ 1,7 bilhão.
A previsão é que a empresa vencedora faça um investimento de R$ 2,153 bilhões nos seis terminais, sendo R$ 788 milhões nos cinco primeiros anos do contrato. A Aena administra 46 aeroportos na Espanha, incluindo os terminais de Madri–Barajas e Barcelona. Na América Latina, a empresa administra 12 aeroportos no México, 2 na Jamaica e 2 na Colômbia. O aeroporto de Luton, em Londres, também está sob administração da companhia.
Com informações do G1


0 comentários:

Postar um comentário